Mundo Giro

Jogos tradicionais

Posted on: Julho 17, 2012

A chegada do Verão pode também ser o mote ideal para relembrar os jogos tradicionais, visto ser muito mais giro fazê-los ao ar livre (embora também se possam adaptar a um espaço fechado… mas nunca é a mesma coisa).

Os jogos tradicionais são passados oralmente de geração em geração, fazendo parte da nossa cultura e identidade como povo. São extremamente ricos e benéficos, pois ajudam no desenvolvimento das crianças, criam laços afectivos, promovem a competição saudável, são momentos de alegria – arriscaria mesmo dizer de festa – e contam um pouco da nossa história.

Para os adultos, trazem com toda a certeza um regresso à infância. E será com outro gosto que convidarão as crianças a jogar, pois têm a oportunidade de mostrar um pouco do que foi um período importante das suas vidas e que a evolução dos tempos torna muito distante da realidade actual.

Como é habitual, deixo alguns exemplos:

1 – Caricas
Nº de Jogadores (mínimo): 2
Material: Caricas (uma para cada jogador) e giz ou pau (para delinear a pista)
Como se joga: Desenha-se uma pista no chão (se for terra batida, use um pau caído; se for asfalto, utilize o giz) e define-se a ordem de quem joga. Depois, usando os dedos, atira-se a carica para a frente (não podendo sair da pista); se sair da pista, o jogador deverá voltar ao início. Ganha o jogador que primeiro chegar à meta.

2- O Rei Manda
Nº de jogadores (mínimo): 3 (idealmente 6)
Material: Nenhum, só é necessário usar uma parede ou árvore
Como se joga: Um dos jogadores (o rei) coloca-se de costas para os jogadores que estão a 10m do “Rei”, lado a lado uns dos outros.
O “Rei” vai dando ordens de costas para os jogadores, iniciando sempre as ordens com a frase “o Rei manda”. Por exemplo, “o rei manda saltar ao pé coxinho”, etc. Quando termina a frase vira-se para ver se apanha algum jogador a andar para a frente.
Ganha o jogador que conseguir chegar ao posto do “Rei”, sem que seja apanhado por este a movimentar-se.
Nota: Se o “rei” vir algum jogador a deslocar-se, esse jogador terá de voltar ao início.

Há um trabalho muito interessante, feito para o município de São Brás de Alportel, que apresenta um estudo aprofundado de jogos tradicionais (alguns podem ser ligeiramente diferentes dos que se conhece, mas os Jogos Tradicionais variam de região para região e aos mesmos jogos podem corresponder regras diferentes).

Podem também experimentar fazer a vossas próprias adaptações, regras ou derivações.

Divirtam-se muito! Abraçar as nossas tradições vai ser bem Giro!

Tânia Sereno
Mundo Giro
Kid Spotter @ On Spot Marketing


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Imagine um Mundo Giro onde acontece uma feira de brinquedos entre miúdos, onde eles aprendem noções de valor?

É um projeto social, sem fins lucrativos, lúdico e sobretudo educativo.